IGUALDADE

IGUALDADE
 
Ontem eu era sua metade
Encaixávamos com “IGUALDADE”!
Eramos um só, um só pensamento,
Um só coração, um só grito, um só lamento!
 
Harmonia perfeita, ampla sintonia...
Não havia silêncio,
Sempre esperança!
A certeza de lado a lado.
 
Cobria-mos de flores e alegrias
Realizávamos sonhos e fantasias
Horas que passavam-se e nem sentíamos
Travar o tempo era só o que queríamos...
 
Hoje tudo mudou... O encanto acabou...
As emoções são expassas,
Como nuvem de fumaça!
Para nossa desgraça!
 
A metade desprendeu-se...
Soltou o nó, foi ganhando espaço,
Nos deixando só...
A outra metade corroída,
Fez-se em pó!
 
ÉRGIA PENTEADO
06/05/10

 

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode